Anúncio topo

Atitudes que esperamos dos padrinhos dos nossos filhos

Dicas

Atitudes que esperamos dos padrinhos dos nossos filhos

Batizar uma criança é muito mais do que só dar presentes em datas especiais, e hoje separei uma matéria bacana falando das atitudes que esperamos dos padrinhos dos nossos filhos.

Foto: Karen Pfeiffer

Se você foi convidado a ser padrinho e madrinha de batismo, vale a pena compreender qual é sua missão e colocá-la nas mãos de Deus, que lhe dará todas as graças necessárias para acompanhar seu afilhado no caminho da fé que o próprio Senhor nos convidou a trilhar.

Muito mais do que uma cerimônia religiosa, a escolha tem a ver com o vínculo dos pais com aqueles que serão os padrinhos. Por isso, os critérios da escolha variam de acordo com os valores e crenças de cada um. É importante lembrar que essa pessoa será o modelo ou inspiração da criança, daí a indicação de que seja alguém mais maduro. Os padrinhos devem ser alguém em quem você confia e que gostaria que fizesse parte da vida do seu filho e não aleatoriamente.

Padrinhos presentesbatismo

A convivência com os padrinhos precisa ser frequente, mesmo com a correria do dia-a-dia uma boa madrinha e um bom padrinho, considera seu afilhado como um filho. A conexão de amor e um bom relacionamento entre a criança e os padrinhos, vem principalmente do relacionamento e da importância que a criança tem na vida dessas pessoas.

Estar presente nos momentos felizes e difíceis

Infelizmente existem os momentos ruins, mas são nesses momentos que esperamos um apoio dos padrinhos…Fazer uma ligação quando o afilhado está doente, fazer uma visita quando acontece de estar internado no hospital, isso faz toda diferença! São pequenas atitudes que nos deixam felizes.

O que uma mãe faz pelo filho nunca é esperando algo em troca… E o papel de plena doação também é aceito pela madrinha assim que ela diz sim aceito. O amor que é dado nunca deve ser cobrado, se não deixa de ser verdadeiro!

Datas especiais

Participe de datas como o aniversário, natal e outros momentos importantes. Essa presença não precisa se dar por meio de presentes, mas com palavras de carinho e amor.

Amizade e ternura

A madrinha é como uma segunda mãe e o padrinho como segundo pai. Conhecer o que o seu afilhado gosta ou não, o que gostam de comer, quais as suas músicas preferidas, o que gostam de assistir, quais os seus desenhos preferidos e etc…Dessa forma criam um laço profundo com a criança conhecendo o seu “mundinho particular”.

Acontece também, que algumas vezes a ausência não é culpa dos padrinhos, e sim dos pais da criança. O que é uma pena! O Batismo é muito mais do que uma cerimônia linda na igreja e uma bela festa com lembrancinhas especiais.

Ser padrinho é muito bacana, poder contribuir com desenvolvimento de uma criança é gratificante. Muitas vezes os padrinhos são como os pais, sempre presentes para o que precisar, o sentimento que uma criança tem por seus padrinhos também é recíproco, pois é possível observar pessoas adultas que são eternamente gratas pelo que seus padrinhos fizeram em sua infância. O principal papel de um padrinho é ajudar no desenvolvimento da criança, dar amor e carinho.

Ensinamentos religiosos

Ajudar a criança a viver o amor a Deus, contribuindo com os pais no ensinamento das orações e no acompanhamento da participação ativa nos sacramentos da Igreja. Os padrinhos devem ter a consciência de que devem ser luz e fermento na vida cristã do afilhado.

Só acrescentando que padrinhos de batismo é referente a religião… Cada religião tem seu batismo e devemos respeitar todas, porem quando escolhe um padrinho de Batismo sua maior missão é ensinar, orientar seu afilhado na religião a que pertence!!

Firmar o compromisso que foi dado e aceito por ambos

Quando os padrinhos são escolhidos e aceitam o convite, assumem um compromisso perante Deus de amar e acompanhar os caminhos do seu afilhado(a).

Em caso dos pais estarem ausentes, cabe aos padrinhos assumirem a responsabilidade de criar o afilhado (embora algumas avós não concordam)!. Portanto, ser padrinhos não se resume em dar presentes e sim em estar presente ajudando aos pais na criação e auxiliando os pais com conselhos e apoio.

padrinhos

É muito importante que os padrinhos tenham a sensibilidade de se relacionar com os irmãos do afilhado para que as demais crianças não se sintam excluídas.

Presenteá-los

Toda criança gosta de presentes isso é fato. E quando o presente é algo que atraí a criança, melhor ainda!
Dica; Para não errar no presente procure conhecer os gostos do seu afilhado e/ou peça dicas para os pais. Não importa o preço do presente se você comprar um que seja “a cara do seu afilhado”, independentemente se for barato ou caro ele vai gostar, de nada vale um presente caríssimo se ele não vai dar atenção!

Ficar feliz com as conquistas do afilhado

Nós mães nos emocionamos sempre com as conquistas dos nossos filhos, por menor que possa ser, pra gente é de grande importância. E seria muito bom se os padrinhos também demonstrassem essa felicidade.

Amá-lo

O mais importante e que incluí tudo que foi colocado acima. Isso é de grande importância pra sabermos que acertamos na escolha dos ” padrinhos perfeitos” para os nossos filhos.
Demonstrações de amor, afeto e carinho são muito importantes.

 

Qual é a melhor idade para fazer o batizado?

Não há uma idade determinada para o batismo. A Igreja Católica recomenda que ele seja feito o quanto antes, poucos dias ou meses após o nascimento do bebê.

Alguns padres desaconselham esperar até que a criança tenha mais que 1 ano, porque ela se movimenta muito e acaba ficando mais irrequieta durante a cerimônia.

Crianças maiores (a partir de 6 ou 7 anos, mas também varia de acordo com a igreja) recebem outro tipo de preparação para o batismo.

Você vai precisar de algum tempo para definir a paróquia e saber se ela exige que pais e padrinhos façam algum tipo de curso ou preparação.

Caso você pretenda usar uma camisola (mandrião) tradicional, herdado de alguém da sua família, não deixe de calcular o tamanho do bebê até a época do batismo.

Lembrando que depende da religião e de cada caso, e a família é livre para realizar o batismo quando achar melhor.

 

Fonte de pesquisa: Grávidas e Antenadas, Just Real Moms, e Baby Center.

Fotos: photosthatwork.com, Pinterest e Google Images


Tags: , , ,
Pati Azevedo

Pati Azevedo

Estilista, Empresária, editora do blog Grávidas e Antenadas e mãe de 2 crianças lindas!

Comentários


Posts relacionados

Andador: Saiba tudo sobre o uso em bebês

Andador: comprar ou não comprar? Saiba tudo sobre o uso do andador em bebês, continue lendo… Foto: Pinterest O andador…

Leia mais
chupeta

O uso da chupeta realmente faz mal para o bebê?

A Organização Mundial da Saúde não recomenda o uso da chupeta, que deve ser avaliado pelos responsáveis em termos de…

Leia mais

5 dicas para cuidar dos dentes do bebê

Durante toda a gestação, as mamães geralmente se preocupam em aprender ou relembrar todos os principais cuidados com o bebê….

Leia mais

Plugin produtos

Facebook

Pinterest

2478MamãeAchei! - © 2016 - Direitos Reservados