Anúncio topo

Entrevista: Daniela Cabrera, da Letiti, e seus pezinhos cheios de estilo

Entrevistas

Entrevista: Daniela Cabrera, da Letiti, e seus pezinhos cheios de estilo

Formada em Administração e Marketing pela ESPM, em São Paulo, Daniela Cabrera acabou trabalhando como estilista, sua paixão. Com passagens por marcas como Carlos Miele, Le Lis Blanc, Forum e Calvin Klein, foi quando engravidou de sua pequena Manu, no entanto, que resolveu dedicar-se mais a ser mãe e afastar-se um pouco de empresas do ramo da moda.

 

Sempre atenta às tendências e sentindo uma carência de novidades para bebês, veio o estalo: criar meias com carinha de sapatos. Numa conversa descontraída, Daniela conta mais de como nasceu a sua marca, a Letiti, e os planos que surgiram desde então. Fiquem de olho, então, no nosso bate-papo:

[MamãeAchei!] Daniela, seu trabalho é bem delicado e foge do senso comum! Conta um pouquinho quando e como tudo começou para ser assim, tão autêntico?

Surgiu mesmo de uma necessidade de mãe, mas sempre com inserções de moda. A ideia é que a Letiti seja a primeira fast fashion para bebês do Brasil. Sempre com apelo de tendências, mas sem perder o conforto.

[MamãeAchei!] O que suas meias, além de serem fashionistas, garantem de bacana para o bem-estar dos pequenos?

Elas substituem mesmo o sapato. Isso por que, até a criança começar a andar não há necessidade de usar sapatinho. A meia é muito mais confortável e muito mais barato.

[MamãeAchei!] Para criar itens essencialmente criativos, quais foram as principais referências e inspirações que você seguiu?

Eu sigo tendências de moda de adultos e traduzo para o universo infantil. A minha marca não tem personagens ou bichinhos, tem estampas com frases divertidas, que acabaram de desfilar nas semanas de moda e, claro, modelagens extremamente confortáveis.

[MamãeAchei!] Quais os tecidos que mais gosta de imprimir nos seus produtos? Você trabalha com coleções ou as peças são criadas de outra maneira?

Trabalho com coleções, são quatro por ano. Mas tenho flexibilidade de inserir mais produtos durante essas coleções. Se está na moda para os adultos, eu tento fazer para os bebês também. As mães amam! Uso tecidos antialérgicos e com bastante elastano, que garante um bem-estar para os pequeninos.

[MamãeAchei!] Conta para as nossas mamãe como são feitas as criações e o design dos seus itens! A gente fica babando aqui e morre de curiosidade!

Eu pesquiso muito. Muito! Sou a louca do Pinterest (risos)! Quando coloco uma ideia na cabeça, vou atrás! Faço bastante buscas sobre tecidos e modelagens. A minha modelista fica louca! As vezes compro alguma peca de adulto e quero transformá-la para bebês. Já erramos muito nas modelagens, mas hoje está caminhando direitinho. A primeira coleção foi bem difícil, hoje já estamos na quarta e tudo ficou mais tranquilo.

[MamãeAchei!] E a escolha do nome, heim, como aconteceu? Tem alguma mensagem especial que ele passa?

Nossa, foi nada a ver mesmo (risos)! Eu pensei em Titi ou Tutu, daquelas saias de ballet, sabe? O “le” na frente foi só para dar uma ar mais francês (risos)! Foi o primeiro nome que falei e nem pensei em outro.

[MamãeAchei!] No que a Letiti acredita e quer transmitir para os pais?

Acredito que os pais confiam em mim, porque sou mãe. Tudo na Letiti é provado na minha filha, faço com tanto carinho. É de mãe pra mãe!

[MamãeAchei!] Como você enxerga a mãe brasileira e o gosto dela para moda e decoração? Acredita que falta mais dessa ousadia na nossa cultura?

Acho que as mães estão mais antenadas. Acredito que as redes sociais servem de inspiração para muitas. Elas olham as fotos de outras bebês e visualizam como podem vestir os seus pequenos.

[MamãeAchei!] Tem algum conselho para mamães que querem investir em itens modernos para o enxoval do pequeno, mas se sentem mais conservadoras e ainda não sabem por onde começar?

Investir em cores básicas. Fazer uma cartela na qual possam misturar os “conjuntos” prontos que muitas lojas vendem.

[MamãeAchei!] A Letiti cresceu muito e de maneira bem rápida, a que você atribui esse sucesso? O quanto a sua filha contribuiu para o trabalho brilhar?

Nem me fala, nem eu acredito que foi tudo tão rápido. Eu acho que o mercado tinha esse “buraco”, mas que o principal foi a ajuda do meu marido que fez todo plano de expansão, que eu não entendo. Hoje ele cuida da administração e eu de redes sociais e criação. Foi a sociedade perfeita. A Manu contribuiu 100%. Se não fosse ela, com certeza não teríamos a marca.

[MamãeAchei!] Divide com a gente um pouquinho de como é ser mãe e ainda estar a frente de uma marca exclusiva!

É bem corrido (risos)! Eu me cobro por não ficar tanto tempo com a Manu, mas sinto que com a marca sendo minha, há uma flexibilidade de horários, então quando ela precisa de mim ou tem um festinha, eu me programo para estar 100% ao lado dela.

[MamãeAchei!]E o futuro? Vem mais novidade por aí?

Vamos lançar ainda esse mês uma parceria da Letiti com a Swarovski. Estou muito animada com o projeto! Outra coisa inacreditável é que estamos com um lista de 180 interessados em abrir franquia. No próximo mês já abriremos as duas primeiras. Nunca imaginei que fosse ser assim, estou muito feliz!

Onde eu acho?

www.letiti.com.br

Texto: Fernanda Emmerick | Fotos: Divulgação


Tags:
Fernanda Emmerick

Fernanda Emmerick

Comentários


Posts relacionados

Especial Baby Bum e tudo que rolou em umas das maiores feiras no segmento

Especial Baby Bum e tudo que rolou em umas das maiores feiras no segmento, que aconteceu semana passada em São…

Leia mais

Moda infantil e uma seleção confortável para brincar

Moda infantil e uma seleção confortável para brincar – separei alguns produtos que são fáceis de combinar e ainda proporciona…

Leia mais

Faça uma festa no Halloween e se divirta com as crianças

Faça uma festa no Halloween e se divirta com as crianças. Preparados para se divertir? Veja o que separamos para…

Leia mais

Plugin produtos

Facebook

Pinterest

2478MamãeAchei! - © 2016 - Direitos Reservados